NOVAS PUBLICAÇÕES


Após um fim de ano produtivo em matéria de contos, com publicações nas antologias S.O.S. – A Maldição do Titanic (Literata) e Erótica Fantástica (Draco) e É Assim que o Mundo Acaba (Oitoemeio) tive outra excelente notícia nos últimos dias de 2012: minha noveleta Notícias de Marte foi aprovada para publicação em Steampunk II (Tarja).
Embora aparentemente distantes entre si, os contos tem pontos de contato entre si.
Recapitulando:

fantasticon_abre

S.O.S – A MALDIÇÃO DO TITANIC
Durante a primeira semana do Fantasticon 2012, aconteceu o primeiro lançamento.
Em S.O.S. – A Maldição do Titanic, como autor convidado, apresentei às organizadoras Bruna Caroline e Tatiana Ruiz, o conto Nômades da Névoa. Seguindo as diretrizes da antologia sobre o centenário do malfadado cruzeiro, optei por uma história que segue, em boa parte o tom steampunk, até por que o Titanic, de certa forma simbolizava o fim da Era do Vapor, da Belle Époque e o prenúncio de um novo mundo de guerras. Um pouco weird, Nômades da Névoa se passa a bordo de uma realidade alternativa – ou várias, e tem como protagonistas um cientista – parente ou descendente do Padre Landell de Moura, descobridor brasileiro não reconhecido das telecomunicações e um arrogante homem-peixe de uma raça que habita as profundezas. O destino do Titanic – e do (s) mundo (s) em suas mãos.

ERÓTICA FANTASTICA
Ainda durante o Fantásticon, na segunda semana, outro lançamento: Erótica Fantástica, volume I, pela Draco. Apresentei duas histórias ao editor Gerson Lodi-Ribeiro, com o qual já tive uma bem sucedida (em termos de críticas) noveleta aprovada em Dieselpunk – Cobra de Fogo (em 2011). A primeira história, mais para o erótico, era uma versão mais para o erótico do mito grego de Pigmaleão e sua obra, a estátua viva Galatea (que dá nome ao conto). Não foi aprovado, no entanto. Minha tentativa seguinte, Fêmea Humana, era mais um ficção científica com toques de erotismo, e teve melhor sorte, sendo aprovado com algumas modificações para o primeiro volume.
Podendo ser lido como uma versão subvertida do romance O Guarani, de José de Alencar, tem como protagonistas a bióloga Cecília Costa (Ceci) nativa humana do planeta colônia Tupã é a única sobrevivente de um ataque alienígena à nave científica Amazônia, juntamente com o robô humanóide PR-I (Peri).
Livremente baseada numa história em quadrinhos inédita, o conto lida com as diferenças e semelhanças sexuais de um ponto de vista alienígena (ou robótico), predominando a ação e referências bem brasileiras para uma ficção científica, bem como prega uma parte dos defensores do gênero no Brasil.

É ASSIM QUE O MUNDO ACABA

assim

Finalmente, em 13.0.0.0.0 ou Gracias Pela Cerveja, lançado no fim de ano, no Rio, na antologia É Assim que o Mundo Acaba, da Oitoemeio, predomina o humor negro sobre um tema que foi bastante explorado por toda a mídia em dezembro. Um escritor de livros sensacionalistas, Fred Falcão, recebe a inesperada visita de um deus maia, Tohill, que o poupa do fim do mundo em plena avenida Paulista. Enquanto se diverte com os restos de uma civilização e algumas cervejas geladas, o escritor tenta descobrir seu destino nesta peça apocalíptica enquanto se recorda dos acontecimentos que o levaram ao país maia algum tempo atrás e que determinaram sua sorte.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: