QUADRINHOS

Tintim, um adolescente de 85 anos

 

O popular personagem belga tornou-se octogenário dia 10 de janeiro último, mas ainda tem longa carreira pela frente.
 
 
imagem_tintim
 
 

Senão pelo longa em animação gráfica produzido por Steven Spielberg em 2011, ou pelos desenhos animados ainda exibidos na televisão, todo mundo conhece o jovem e intrépido repórter com topete ruivo que vive aventuras pelo mundo afora e que, nesta sexta-feira,  completou 85 anos da sua criação. Com o singelo nome de Tintim, começou suas aventuras no suplemento juvenil ‘Le Petit Vingtième’, em 10 de Janeiro de 1929. Tintim e o fiel cãozinho Milu, foram criados pelo então jovem desenhista e roteirista belga George Remi (mais conhecido pelo pseudônimo Hergé), para as páginas de um jornal católico e conservador de língua francesa. Hergé praticamente criou, com seu estilo de desenho, uma nova escola de quadrinhos, ou ‘banda desenhada’ como dito na Europa, hoje conhecida como ‘ligne claire’, linha clara.

Tintim era apresentado por Hergé como um jovem jornalista do Petit Vingtième, enviado à antiga União Soviética onde acaba por se envolver em várias aventuras, destinadas, é claro, a condenar o bolchevismo. Daí e ao longo de mais de vinte obras, transformadas em luxuosos álbuns coloridos de capa dura, o autor levou Tintim para aventuras pelo Oriente e pelo oeste americano, pelos desertos da Arábia às florestas da América do Sul, ou do mar até as montanhas do Tibet, chegando, certa vez, até à Lua antes da Apollo XI. Entre os títulos mais conhecidos estão ‘A Estrela Misteriosa’, ‘Tintim no Tibete’, ‘Tintim no Congo’ e ‘As Sete Bolas de Cristal’, traduzidos em mais de 70 línguas diferentes em cerca de 230 milhões de exemplares vendidos em todo o mundo.

Polêmicas outras não faltaram na carreira de Tintim: o álbum ‘Tintim no Congo’ foi acusado de racista e colonialista, e suas edições posteriores sofreram várias mudanças. Num quadro, Tintim dava aula a um grupo de africanos, e dizia, exibindo um mapa da Bélgica: ‘esse é sea país!”. Anos depois, todas essas referências colonialistas foram cortadas, e a publicação dos primeiros álbuns se dava com a adição de uma nota explicativa sobre o contexto da época em que foi realizado. Hergé não se furtou em reconhecer essa característica: sua defesa foi de que esse era o pensamento corrente da maioria da sociedade belga na época, então uma potência colonialista. Além do que, seu início de carreira ocorreu sob a ocupação nazista da Bélgica.

2014 marcou também os 80 anos de de ‘Os Charutos do Faraó’, publicada em 1934 pela Casterman, editora belga que publica até hoje o eterno jovem repórter. O escritor belga morreu aos 76 anos em 1983, deixando por acabar o livro que se encontrava, na altura, a escrever: ‘Tintim e a Alpha-Art’. No Brasil, todos os 24 álbuns de Tintim foram publicados por diversas editoras, atualmente pela Record. Há planos para a publicação de um novo livro de Tintim pela Casterman até 2052, para evitar que os direitos da obra de Hergé caiam em domínio público.

Em 2011, Peter Jackson (das trilogias O Senhor dos Anéis, O Hobbit) realizou em animação gráfica ‘As Aventuras de Tintim: O Segredo do Licorne’, com produção de Steven Spielberg e planos para uma continuação

Além de um grande museu em Bruxelas, uma das maiores atrações turísticas da Bélgica, outra fonte de recursos com o trabalho de Hergé é a venda de desenhos originais, com valores estimados entre 35.000 e 40.000 euros, o mais caro chegando a 168.900 euros.

Curiosidade final: uma das marcas do trabalho do cineasta Alfred Hitchcock foi fazer pelo menos uma aparição em cada um de seus filmes, tradição que começou em O Inquilino, de 1926. Isso serviu de inspiração para os criadores da série de TV baseada nos álbuns de Tintim, onde o próprio Hergé aparece em praticamente todos os episódios.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: