DAREDEVIL

Demolidor na Netflix

daredevil-charlie-cox

Na última sexta-feira, dia 10 de abril, ficaram disponíveis aos usuários da plataforma Netflix, por streaming na internet, todos os 13 episódios de uma nova série, Demolidor (Daredevil, no original). Trata-se de um grande projeto da Marvel, a produtora que tem transformado os personagens da editora americana de quadrinhos, agora propriedade da Disney, num grande leque de superproduções interligadas (Homem de Ferro, Capitão América, Os Vingadores, Thor, Guardiões da Galáxia etc). A série exibida na Netflix, embora parte do mesmo Universo, tem uma dimensão menos “cósmica”, digamos, e mais urbana. O Demolidor, e outros heróis da Marvel que também serão adaptados a seguir, não tentarão “salvar o mundo”, mas sim, a vizinhança, o bairro, a cidade, no máximo.

Quem é O Demolidor?

 daredevil (1)

Antes de tudo, no entanto: quem é esse tal Demolidor? Fora os leitores de quadrinhos, dificilmente a maior parte do público o reconheceria, apesar de já ter um filme para cinema produzido em 2003, que não foi exatamente bem sucedido. Era estrelado por Ben Affleck, escolhido para ser o próximo Batman, o primeiro dos “heróis urbanos noturnos”, de quem Demolidor segue o estilo. Fora isso, o Demolidor teve uma pequena participação como convidado da série de TV do Incrível Hulk, dos anos 80.

Criado por Stan Lee e Bill Everett em 1964, nas revistas da Marvel Comics, Demolidor recebeu esse nome em português ao ser publicado pela primeira vez no Brasil, em 1968, pela extinta editora Ebal, do Rio de Janeiro. No original, significa algo como “Demônio Desafiador”.

Filho de um boxeador fracassado, vivendo no perigoso bairro de Hell’s Kitchen (Cozinha do Inferno) em Nova Iorque, Matt Murdock era um excelente filho, aluno e atleta que ficou cego ainda muito jovem devido a acidente com material radioativo (ou tóxico, segundo a versão da Netflix). Aliás, quase todos os primeiros super-heróis da Marvel tinham essa predileção tipicamente pós-segunda guerra: radiação. O Hulk com seus raios Gama, Quarteto Fantástico com os raios cósmicos, a aranha radioativa do Homem-Aranha, X-Men, os Filhos do Átomo… e assim por diante.

Em compensação ao contágio radioativo/tóxico, Matt descobriu que seus outros sentidos haviam sido ampliados várias vezes, ficando tão aguçados que é capaz de ler um livro passando os dedos sobre as letras, sem ser em braile (tato), identificar pessoas pelo odor (olfato) ou bater do coração (audição). Também consegue ouvir o zumbido de um mosquito a quilômetros de distância, além de possuir uma espécie de radar. Assumiu o uniforme e o codinome de Demolidor para vingar seu pai, assassinado por gangsters da Cozinha do Inferno.

O Demolidor da Netflix

 Daredevil-netflix

O Demolidor da Netflix segue a história de Matt Murdock (Charlie Cox), que após se formar advogado, abre sua firma na perigosa Hell’s Kitchen, onde luta por justiça: de dia como advogado, de noite como o Demolidor, usando um uniforme negro. Tem como sócio Foggy Nelson (Elden Henson), e a secretária Karen Page (Deborah Ann Woll) como interesse romântico e primeiro caso do escritório. Seu inimigo é o Rei do Crime (Vicent D’Onofrio), líder do crime organizado na cidade, sob a aparência de um influente homem de negócios.

 daredevil rei

O Demolidor da Netflix é bastante fiel aos quadrinhos do personagem, particularmente os mais posteriores ao período em que o desenhista e roteirista Frank Miller revolucionou o herói, que perigava ter sua revista cancelada.

Miller definiu as principais características do Demolidor, com um curioso paralelo com o ícone noturno da DC, Batman, conforme ele próprio também havia redefinido: urbano, sombrio, violento e humano, com um passado trágico. Embora ambos os personagens já se adequassem a esse perfil de origem, foi Miller quem os melhor definiu, incluindo algo pouco explorado nos quadrinhos de super-heróis – a religião. Tanto Wayne quanto Murdock são católicos. Embora Murdock seja um nome de origem irlandesa, Wayne já é escocês – o que lhe daria uma provável e típica filiação protestante, como se via nas lápides frias e quase nuas da sua família por outros ilustradores. Em Miller, tanto no Demolidor quanto em Batman, abundam os cemitérios e igrejas repletos de santos, cruzes e estátuas dramáticas e góticas (como aliás, convém a uma “cidade gótica” – Gothan).

 daredevil2-700x400

Essa dramaticidade visual é explorada em Daredevil até na ótima animação da abertura, em que um banho de sangue toma a forma de muitos dos ícones visuais e dramáticos do universo do herói. Com muita ação, cenas de luta violentas e muitos flashbacks, o episódio piloto já disse a que veio e se tornou a melhor adaptação do super-herói, anos-luz à frente da encarnação anterior no cinema vivida por Bem Affleck. Os atores são convincentes e perfeitos nos seus papéis. A união da Marvel com a Netflix não poderia ter sido mais bem sucedida.

 maxresdefault

Entre os produtores da série está Jeph Loeb, de “Agents of S.H.I.E.L.D.”, outra série do universo Marvel nos cinemas. O lançamento faz parte de uma iniciativa da Casa das Ideias de ampliar o uso de seus muitos personagens em outras mídias, expandindo ainda mais a série de filmes do cinema, incluindo os que, por força de contratos antigos, estão em outros estúdios, como o Quarteto Fantástico (com novo filme a ser lançado) e X-Men. Já o Homem Aranha voltou a fazer parte dos estúdios Marvel através de um acordo com a Sony, que produziu os filmes anteriores. Um outro seriado, “Marvel Agent Carter” também terminou sua primeira temporada na TV.

Os 13 episódios de Demolidor estão disponíveis a partir de 10 de abril pela Netflix. Depois dele, a Marvel e a Netflix apresentarão as séries A.K.A. Jessica Jones, Luke Cage e Punho de Ferro, seguidas, também em oito episódios, de Defensores, reunindo todos no grupo de super-heróis urbanos.

 Defenders-Marvel-Netflix

 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: